Destaques, Doenças, Saúde Comentários (0) |

Sinais da DST: Peguei sífilis, e agora?

Nossa primeira postagem da série “Sinais da DST” já vem com tema importante. Ainda mais com o notificado aumento das doenças sexualmente transmissíveis no Brasil. Então, em todos casos, saiba a resposta da pergunta: Peguei sífilis, e agora?

Peguei sífilis, e agora?

Alguns dados da Sífilis

Em dezembro de 2018, o Boletim Epidemiológico de Sífilis apontou o crescimento de número de casos do país. Em dois anos, houve o aumento de 31,8% da sífilis adquirida (não congênita). O relatório é da UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas.

Ainda que os dados apontem maior incidência da doença em mulheres, na faixa etária de 20 e 29 anos, ainda é muito expressivo o número de homens infectados.

Como é transmitida?

Causada pela bactéria Treponema pallidum, ela pode ser transmitida pela pessoa infectada em relação sexual e gestações.

Sintomas?

Após o contágio, o infectado apresentará pequenas feridas (cancro duro) nos órgãos sexuais e ínguas nas virilhas (como caroços). Isso pode surgir entre 7 e 20 dias após o sexo sem proteção.

As feridas não contém pus, não apresentam coceira nem ardência. Caso não aja tratamento, tende a desenvolver e se espalhar para várias partes do corpo.

Em casos mais sérios, feridas podem sumir na terceira fase (3 a 12 anos da transmissão), e causar danos maiores. Incluindo paralisia, cegueira, surdez, doenças de ossos, coração e cérebro.

Como é o tratamento?

Pra começar, a sífilis é uma infecção curável. O teste é distribuído gratuitamente pela rede pública de saúde. O mais rápido possível, tratamento conta com penicilina benzatina em doses intervaladas. Quem quer que tenham sido parceiros sexuais devem passar por teste.

Como é prevenção?

Para se prevenir, a única forma possível é o uso de preservativos nas relações sexuais.

Para ver mais matérias como essa, leia o Hora do Homem Saúde!

Ver mais

Lifestyle Comentários (0) |

Como usar camuflado no seu cotidiano – com 4 dicas básicas

Não importa o clima ou a estação, o estilo camuflado sempre cai como uma luva. Se pede uma pegada confortável e ainda assim estilosa, posso garantir que não tem erro.

Quer saber como, né? Entenda como usar camuflado no seu cotidiano com essas quatro dicas.

Como usar camuflado

Seu guarda-roupa mais descontraído e com bom gosto.

1. Intercale com o básico

Como usar camuflado no seu cotidiano - com 5 dicas básicas

O camuflado já chama toda atenção necessária, não precisa de mais alguma cor pra somar em nada. Alterne com peças neutras, como camisetas, tênis e calças básicas (branco, preto e jeans).

2. Tom terrosoComo usar camuflado no seu cotidiano - com 5 dicas básicas

Ok, se for para usar outras cores, escolha aquelas com tom de terra. Elas são uma ótima opção para o estilo masculino, além de ser match perfeito com o camuflado.

3. Variações da mesma peça

Como usar camuflado no seu cotidiano - com 5 dicas básicas

O camuflado é uma peça que se você usou uma vez, as pessoas vão lembrar. Não deixe de usar por conta disso. A mesma jaqueta que usou fechada um dia, pode ser usada na cintura em outro.

4. Invista também em acessórios

Pulseiras, boné, mochilas, o que for. Acessórios são a cereja do bolo com o camuflado. Lembre das dicas de cores básicas ou terrosas, que o resto fica a seu gosto.

Bônus

Quer mais dicas como essas? Confira as postagens de Lifestyle do Hora do Homem!

Ver mais

Carros Comentários (0) |

Motoqueiro x Motociclista: o termo certo dos fissurados pelas motos

Não é todo mundo que sabe o termo certo pros amantes das duas rodas. Mesmo assim quem entende já garante a diferenciação dos termos “Motoqueiro X Motociclista”. Entenda a origem e o “jeito certo” de falar.

Continue Reading

Ver mais

Destaques, Mulheres Comentários (0) |

Sweet Lolla dá show em um Making Of Papo 18

Opa, opa, opa. Tá pronto pra uma surra de raba? Porque a “Hora do Vídeo Sweet Lolla” chegou e não quer perdoar. Confira o relato da camgirl do CameraHot, assinado com as melhores poses possíveis.

Olha que é +18!

Continue Reading

Ver mais

Destaques, Mulheres Comentários (0) |

Hora da Gata: Clara

Já curtiu a Josi Mancini na semana passada? A outra apresentadora do sucesso GamePlay Papo18 posa pras fotos do Hora da Gata. Hoje você conhece a Clara do CameraHot, a morena linda e com corpasso.

Confira o ensaio completo e a entrevista da gata!

Continue Reading

Ver mais

Destaques, Esportes Comentários (0) |

Copa do Mundo Feminina: Visibilidade e revolução da publicidade

É, cara. Futebol não é só “coisa de homem” e quem não souber disso fica atrasado. Com nova transmissão em âmbito nacional pela Rede Globo e a campanha provocativa do Guaraná Antarctica, a seleção brasileira ganha maior visibilidade na Copa do Mundo Feminina 2019, que acontece na França entre 7 de junho e 7 de julho.

Álbum de figurinha

Com comentários de extremo mal-gosto ao álbum de figurinhas da Copa Feminina, desde os sexistas “deveriam estar peladas” e tradicionalmente homofóbicos “cadê o time do São Paulo”, até os que diminuem a qualidade do campeonato.

O presidente da Panini respondeu ao El País sobre a repercussão: “os comentários não diminuem a importância do torneio, que tem se tornado cada vez mais competitivo e desperta grande interesse entre os fãs de futebol. Desejamos que eles se divirtam completando suas coleções”, completou José Eduardo Martins.

IBOPE da seleção feminina

É um grande passo a seleção feminina ser transmitida, pela primeira vez, na emissora líder de audiência do país: Rede Globo.

A fama do “esporte feminino não dá retorno” que fez com que vários jogos da Copa de Futebol Feminino e o Campeonato Brasileiro não fossem transmitidos pelos detentores dos direitos: TV Brasil, SporTV, o Band Sports e o Fox Sports.

Ao contrário do que alega preconceito de parte do público e dos anunciantes, a seleção brasileira dá IBOPE. Há mais de dez anos, pra ser exato. O Kantar Ibope mostrou que, nas capitais, os jogos das atletas chegou a liderar tabela de audiência. Em 2007 com Band tomando o primeiro lugar, acima da Rede Globo – a maior audiência da emissora no ano.

Então, reforçando: já tem muito público e merece muito mais.

Copa de Futebol Feminino na publicidade

O mundo está finalmente tomando fortes decisões em investir em visibilidade, principalmente, de gênero. Confira alguns dos exemplos da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Guaraná Antarctica #CoisaNossa

Convocação CBF

SporTV

Nike veste 14 seleções

Álbum de figurinha

Álbum de figurinha da Copa do Mundo Feminina

Rede Globo

Nike Argentina

Team Coca-Cola

Pronto pra torcer pelas meninas? Agora já dá pra ler mais matérias nossas sobre esporte.

Leia também

Ver mais