Saúde Comentários (0) |

Videogame faz bem para a saúde mental do homem, veja o porquê

Não que um cara precise de argumentos para jogar videogame. A pura diversão de um jogo já é mais do que o suficiente. Porém fica ainda melhor quando a gente descobre que o jogo faz bem para a nossa saúde mental.

Se você quer entender um pouco mais sobre a relação entre os videogames e a sanidade psicológica, cola aí com a gente.

Contra a solidão

Ainda em 2014, o cirurgião Vivek H. Murthy sugeriu em um dos maiores congressos de medicina do mundo que a solidão é um problema de saúde pública, explicando que causa mais riscos que o cigarro e que a obesidade.

Pode ser uma posição controversa, mas existe bastante razão nesse discurso. É bem sabido que a solidão causa distúrbios não apenas de ordem psicológica (exemplos: depressão e fobia social) como também físicos. Riscos de doenças cardiovasculares, infartos e suicídio estão diretamente ligadas à solidão. Mas onde que o videogame entra nisso?

Forma de combater o isolamento

Bom, segundo um estudo da Universidade Massachusetts Lowell, algo em torno de 25% dos adultos jogaram ou assistiram algum game online. Segundo metade dos participantes da pesquisa, “amizade” era um dos principais fatores para acessar o conteúdo, fosse por se conectar com os amigos ou fazer novos contatos.

Ou seja, uma boa parcela das pessoas usa ativamente, mesmo que de forma inconsciente, o videogame como uma forma de socializar e, portanto, combater a solidão.

Entrando em contato com os amigos

Se você já jogou online alguma vez com seus amigos, sabe que o papo vai muito além do que está rolando na tela. Estima-se que em, pelo menos, 25% de uma sessão de jogo o assunto seja a vida dos participantes.

Afinal, nada mais normal em uma interação social do que se atualizar sobre a vida, os amigos, a família, os relacionamentos e tudo mais dos seus amigos. Além disso, há um belo incentivo para se conectar, que é a própria diversão do jogo.

Criando um laço

Bom, sempre tem aqueles amigos que se reúnem para uma pescaria, um churrasco ou uma partida de futebol, certo? O videogame funciona de maneira similar, nesse caso como uma maneira de criar laços com amigos em torno de uma atividade em comum e afastando a sensação de solidão. Isso fazendo com que os riscos de depressão, de distúrbios e de doenças do coração diminuam.

O outro lado da moeda

Por outro lado, o equilíbrio é importante. A OMS identificou a “gaming disorder” (transtorno do jogo) como um distúrbio na Classificação Internacional de Doenças de 2018. Ou seja, quem deixa o game ir além da conta e faz atrapalhar o seu dia a dia pode se deparar com algo que já não faz tão bem assim, pelo contrário até. Ou seja, o negócio é encontrar o meio-termo e aproveitar só o que há de melhor no videogame.

Curte bater aquele videogame com os amigos de vez em quando? Então mostre esse artigo para um parça (ou para uma eventual patroa que esteja reclamando). Aproveite para continuar aqui no Hora do Homem e saber mais sobre saúde masculina, sexo e muito mais.

Confira também

Ver mais

Saúde Comentários (0) |

Vício em pornografia: pode fazer mal à saúde?

Precisamos conversar sobre uma coisa, meu amigo! Putaria é ótimo, todo mundo adora ver, mas pode causar alguns problemas. Infelizmente, assim como em diversos outros pontos da vida, o exagero faz muito mal. E é aí que entra do vício em pornografia.

Para entender um pouco melhor o que é esse problema, quais são seus riscos e como combatê-lo é que trouxemos uma série de informações sobre esse mal que pode acabar afetando muitos homens.

O que é o vício em pornografia

O pornô é um prazer popular entre quase todos os caras e boa parte das mulheres também. Ver uma putaria de vez em quando não faz mal a ninguém. Porém o vício em pornô é quando o negócio ultrapassa os limites.

É absolutamente normal ver uma sacanagem num momento íntimo e com uma frequência moderada. Só que se torna um vício a partir do momento em que a vida da pessoa se torna focada na pornografia. Ou seja, a vontade é só de ver putaria e nada além disso.

Quando saber que é um vício?

Não é fácil de diagnosticar, mas perceber o problema é o primeiro passo para resolvê-lo. E a forma mais fácil de entender que se está passando por essa dificuldade é quando o vício em pornografia atrapalha outros fatores da vida, como por exemplo: o trabalho, o estudo, os horários ou os compromissos sociais.

O vício em pornografia no sexo

Além de afetar a vida pessoal, o vício em pornografia também pode piorar a vida sexual de quem é afetado por ele. Os principais afetados são quatro pontos distintos: problemas em manter ereções, diminuição na sensibilidade do pênis, dificuldade em alcançar o orgasmo e/ou tendência de ejacular rápido demais. Ou seja, o viciado em pornô, também pode acabar vendo o desempenho sexual ir por água abaixo.

Como combater

Existe uma formulinha, criada pelo movimento NoFap, que já ajudou milhões de homens a combater o vício em pornografia. O que os criadores do programa sugerem pra desintoxicação é um período de 90 dias de abstinência total.

Durante esse tempo, não vale nem masturbação nem nenhuma outra atividade sexual. A ideia é fazer uma reeducação nos próprios hábitos sexuais. Após o período, é possível voltar a ver pornografia e transar, mas sempre tentando fazer com que a sua rotina não seja focada somente nisso e que esse ponto da sua vida não atrapalhe nenhum outro.

O importante é ter a medida certa

Ninguém está falando aqui para cortar de vez e pra sempre a putaria da própria vida. Longe disso! Na verdade, é importante liberar esse lado sexual quando for possível e dar uma aliviada às vezes. No fim das contas, o mais importante de tudo é ter moderação em todos os pontos da vida, inclusive quando se trata em ver aquele pornozinho.

Gostou de saber sobre o vício em pornografia? Acha que a sua dose de putaria tá na medida certa pra continuar prazerosa? Então continua aí com a gente para saber mais sobre sexo, saúde e estilo de vida aqui no Hora do Homem

Confira também

 

Ver mais

Saúde, Sexo Comentários (0) |

A diferença dos lubrificantes: qual o melhor para você e para elas?

Transar a seco também é gostoso, mas uma foda bem lubrificada é muito melhor. Assim, o vai e vem fica muito mais prazeroso, tanto pra você quanto pra ela.

Com o produtinho certo, existe a chance de potencializar todas as sensações. Por isso que é importante saber a diferença dos lubrificantes.

Então vem descobrir aqui hoje qual é a diferença dos lubrificantes e quais são os melhores para você e para ela.

Continue Reading

Ver mais

Saúde Comentários (0) |

Como se manter em forma nessa quarentena

Não tá fácil! Todo mundo sabe que o isolamento social é importante pra cacete, mas mesmo assim afeta as nossas vidas de um monte de formas. Uma delas é na atividade física.

Alguns dias em casa e várias pessoas já tão se perguntando: “Como se manter em forma nessa quarentena?”.

5 dicas para se manter em forma na quarentena

Se você é um cara preocupado com a saúde ou se quer aproveitar esse momento e se preparar fisicamente pra conquistar mais gatas, com certeza vai aproveitar cada uma dessas dicas. Afinal, entrar em forma ou se manter em forma é importante, até porque o isolamento não vai durar pra sempre.

5 – Vendo vídeos

Talvez o jeito que logo venha à cabeça é esse. Existe uma porrada de vídeos de exercícios pra fazer em casa, desde os iniciantes até os pros caras mais marombas. Não curtiu a ideia? Então você pode se manter em forma metendo um passinho e acompanhando um vídeo de dança. Afinal, quem dança bem, fode bem.

4 – Investindo em equipamentos

Sem academia? Sem problema. Monta a sua própria academia em casa. Claro, você pode gastar uma grana e arranjar um espaço pra botar equipamentos mais caros. Mas se a ideia for economizar, também é possível. Compra um par de pesos, um par de tornozeleiras, um handgrip (aquele negócio de apertar), uma escada de agilidade, uma bola medicinal… As opções são diversas e, botando um dinheiro no equipamento, com certeza você vai acabar se forçando a treinar. Ah, e não esqueça da balança!

3 – Aplicativos

Um monte de aplicativo de treino funciona tão bem quanto um personal trainer. E nem precisa ser pago. Basta colocar as suas informações que ele te dá a sua série certinho. Não sabe por onde começar a procurar? Testa o Nike Training Club primeiro. Outra coisa que os apps podem fazer por você é te ajudar no acompanhamento do peso também.

2 – Com lives

Os blogueiros e as blogueiras fitness estão entediados em casa e se dedicando ainda mais aos treinos. Tudo isso com um monte de transmissão ao vivo, tanto pelo Instagram quanto pelo Youtube. Então siga um influencer que você curte e começa a seguir as dicas.

1 – Tocando uma

Por essa você não esperava, não é mesmo? Mas socar aquela bronha amiga também gasta calorias — e ainda te dá o maior prazer. Então toca todas as suas punhetas feliz e fique sabendo que elas vão te ajudar a se manter em forma.

Preparado pra manter a forma na quarentena?

E aí, começou a furar a dieta na quarentena ou já tá dando um jeito de manter o preparo físico? Conta aí nos comentários

Veja também

Ver mais

Abacaxi deixa a porra doce? Saiba como adocicar o sêmen

Você já pode ter ouvido por aí que suco de abacaxi pode adocicar o gozo. E não é que é verdade? Entenda o que acontece e como conseguimos deixar a nossa porra doce.

Até porque assim podemos, de brinde, agradar melhor nossa parceira e evitar aquela careta pós-oral.

Continue Reading

Ver mais

Destaques, Doenças, Saúde, Sexo Comentários (0) |

Mais jovem? 3 formas que sexo faz bem pra aparência

Caso você olhe para o espelho e pense que os anos não estão fazendo tão bem, a fórmula da juventude pode ser muito melhor que um centro cirúrgico ou uma academia.

Não precisávamos de desculpa para querer sexo, agora temos mais um motivo para acionar todos os contatinhos e mandar ver.

Então, entenda como o sexo faz bem para a aparência do homem.

Transar deixa mais jovem?

Sim, além de trazer diversos benefícios para a saúde que sempre listamos aqui, transar mais pode nos deixar também “mais apessoados”. É aquilo de se sentir bem, com cara de descansado e ainda aparentando juventude.

Para ter esses resultados, os especialistas recomendam que nos esforcemos para aumentar a frequência do sexo mensalmente. Tarefa gostosa, não?

Sexo faz bem pro stress

Diminuir o stress com boa alimentação e exercícios físicos nem sempre é o que queremos, então um bom prato de b*c*ta pode ser a solução dos seus problemas. Acontece que transar aumenta sua quantidade de endorfina no corpo.

O chamado “hormônio da satisfação” chega no seu auge quando estamos em uma relação sexual (aquela boa sensação pós-orgasmo), com isso, melhoramos o sono, diminuímos a chance de depressão e aparentamos estar muito melhor.

Sexo faz bem pra pele

Algo extremamente ligado à idade é a nossa pele e transar mais pode ajudar de um jeito bem mais natural do que injetar botox no rosto. O motivo é simples, quando fazemos sexo nossa circulação é ativada mais do que o normal.

Além de “irrigar” nossa pele melhor e suavizar com o suor, também aumentamos a produção do estrogênio e colágeno, deixando nossa pele mais firme e evitando rugas.

Sexo faz bem pro cabelo

Está com os cabelos caindo? Fazer mais sexo te dará uma nova chance de ter os cabelos mais brilhosos e sedosos, algo que também pode melhorar a força das suas unhas e pelos.

Talvez não perceba exatamente quando seu cabelo está seco, mas o resultado é visível no decorrer dos dias.

Pronto para melhorar a aparência? Deixe seu comentário sobre o que você pensa que sexo faz bem e aproveite para ler mais artigos adultos, em parceria com o site de sexo ao vivo CameraHot.

Veja também

 

 

Ver mais