Contos Eróticos Comentários (0) |

Conto erótico: Dando uma escapada da quarentena com a ruiva do Tinder

Fala, meus camaradas! A quarentena tá dura, né? Por aqui também não foi fácil. Mas tenho um conto erótico maneiro para dar aquela animada.

Dando uma escapadinha da quarentena com a ruiva do Tinder

por Denis R

Hoje eu vou te contar um caso muito recente. Que, inclusive, aconteceu nesse último fim de semana.

Vou te falar que não recomendo ninguém a fazer o mesmo, mas simplesmente não deu para aguentar. Você entende, não é mesmo? Mas vamos à história, então.

Quando começou a quarentena, voltei logo pro Tinder. Afinal, com todas as gatas em casa, era a oportunidade de dar uma renovada nos contatinhos.

Lá em março ninguém imaginava o quanto o isolamento ia durar. E um dos meus primeiros matches foi com uma gata espetacular chamada Deborah.

Cabelo pintado de ruivo, olhos verdes, boca provocante e um corpo que parecia bem gostosinho. A gente logo trocou o whatsapp e começou o papo.

A conversa sempre fluía, os gostos pareciam iguais e, conforme os meses foram passando, o tesão foi só aumentando.

A gente mandava nudes, áudios de putaria e chegou a fazer uma videochamada para transar. Só que com 3 meses nessa ousadia toda, eu já tava subindo pelas paredes.

Os casos aqui na cidade já não eram altos e tinha algumas semanas que tudo reabriu. Mas eu tava concentrado em manter a quarentena, saindo só para trabalhar.

Ela tava em casa, também cumprindo tudo. Só que num pico de tesão, soltei a sugestão: “e se a gente se ver nesse fds?”

Achei que ela ia negar, mas a Deborah mandou um: “eu tooopo!”

Não acreditei. Era hora de planejar tudo bem direitinho.

Ia buscar ela de carro na portaria do prédio e levar direto lá em casa. Jantarzinho e pronto, hora da diversão.

Afinal, ainda não tá na hora de sair, não é mesmo? Fiquei em dúvida se devia furar a quarentena, mesmo depois dela ter animado, mas aí já era tarde demais para desistir.

Chegou o dia. Ela tava de máscara, mas eu já conhecia aquele rostinho que tava nas minhas conversas do whatsapp de todo dia.

O que eu não esperava era aquele corpaço. Os nudes que ela mandavam já eram de outro mundo, claro. Mas sempre dava para valorizar na fotos.

De blusinha branca bem decotada e saia marcando, deu para ver que a ruiva era uma baita de uma rabuda e tinha uns peitos naturais de outro mundo, além de uma bela cinturinha de pilão.

Ela entrou no carro meio tímida e a gente foi trocando ideia até chegar lá no apartamento. O difícil foi manter os olhos na rua com o espetáculo de mulher que tava do meu lado.

A gente entrou, ela foi ao banheiro para lavar as mãos, eu coloquei a lasanha no forno, servi um vinho tinto e botei a playlist romântica na caixinha de som.

Secamos a garrafa antes mesmo da massa ficar pronta. Os beijos esquentaram, meu pau tava pulsando e quando encostei na calcinha da Deborah, já tava molhada.

O tesão dos dois depois de 3 meses de quarentena era intenso. A gente nem pensou, só queria se pegar. Desliguei o forno e levei ela pra cama.

Meu medo era só terminar tudo rápido demais por conta da seca forçada.

Só que deu pra perceber que ela tava no clima para dar uma foda intensa também.

Arranquei aquela roupa e tudo que eu esperava quando a vi na frente do prédio se tornou uma realidade melhor ainda. Branquinha, o corpo parecia ter sido esculpido em carrara.

Os seios naturais eram enormes, durinhos e rosados. A curva do bumbum era super-acentuada. Ela resolveu deixar um caminho da felicidade na pepeca. Ao contrário do cabelo ruivo, era castanho escuro. Safada!

Tava pronto pra cair de boca naquela xoxota quando ela olhou nos meus olhos e falou:

— Não me vem com preliminar, passei muito tempo sem transar. Me come, Denis!

Aquele desejo era uma ordem. Arranquei as calças, peguei uma camisinha na mesa de cabeceira e soquei a rola na Deborah, do jeitinho que ela queria.

Começamos no papai e mamãe, mas ela logo ergue as pernas e virou um frango assado. Tava hipnotizado com aqueles peitos balançando e ela gemendo com o prazer.

Nunca vi uma gata gozar tão rápido! O negócio tava frenético e ela tava precisando da minha rola.

Sentindo que ela chegou lá, a Deborah falou: “calma, tamo só começando” e ficou de quatro pra mim.

Entendi logo o que ela queria e enfiei de novo. Só que a posição tava gostosa demais e era eu que não tava me aguentando.

Ela começou a bater uma siririca enquanto eu metia por trás e começou a gemer alto.

Só pensei: “fodeu, meus vizinhos vão reclamar”. Mas que se dane, não são os vizinhos que tão comendo essa ruiva sensacional depois de 3 meses sem meter.

Continuei descendo a madeirada na danada com ela gemendo, gemendo, gemendo. Ela berrava mesmo.

— Ai, Denis! Ai, Denis! Ai, Denis!

Eu não sabia como tinha aguentado tanto tempo. Aqueles 5 minutos tavam parecendo uma eternidade, mas tavam sendo um dos melhores momentos da minha vida.

— Me fode, me fode, me fode!

E lá tava ela gozando de novo antes de mim. Que safada!

Tirei o pinto dela enquanto ela continuou a siririca e arranquei a camisinha. Ela continuou se tremendo toda no orgasmo.

Não precisei de muito, uma ou duas batidas e gozei em cima da bunda dessa safada.

— Ai, que delícia a sua porra quentinha na minha bunda, Denis!

Meu deus, ela era bandida demais. Um pouquinho de prazer e a danadinha falava igual uma puta.

O cansaço tava forte, mas o tesão também. Precisava de um tempinho para me recuperar, então perguntei:

— Vamos jantar?

A Deobrah só respondeu: “claro, vai pondo a mesa enquanto eu tomo um banho”. Ela me pediu uma toalha e saiu com aquela bunda de outro mundo pingando em direção ao banheiro.

A noite prometia! O primeiro round foi espetacular. Mas o segundo round, meus amigos… Deixo pra contar outro dia.

Confira também

Ver mais

Destaques, Entretenimento Comentários (0) |

Canais do PornHub com pornôs fora do comum

Claro, a sacanagem de todo dia é boa demais. Mas às vezes bate aquela vontade de ousar, de ter algo diferente na putaria. Como existe um pornô para todos os estilos, é claro que existem canais do PornHub com um conteúdo para quem quer um negócio diferenciado.

Hoje você vai descobrir aqui com a gente onde precisa ir quando quiser pensar fora da caixinha quando o tema é vídeo de sexo e mulher pelada. Veja quais são os canais do PornHub que tem pornôs diferenciados.

Canais do PornHub com pornôs diferenciados

Muita sacanagem de um jeito que você nunca viu! Confira a nossa seleção:

5 – Grandmams

Na sua vida, você com certeza já ouviu falar de MILFs, as famosas mamães que a gente gostaria de comer. Esse canal já se trata sobre GILFs (Grandmothers I’d Like to Fuck), levando o conceito a outro nível. Ou seja, ele é especializado em vovozinhas fodendo com pressão.

4 – RyanCreamer

Um canal de vídeos amadores no PornHub em que o mais surpreende acontece: não rola putaria. Ryan Creamer é um ruivo sacana que brinca com todos os clichês do pornô. Ele entrega a pizza sem tirar a roupa e ter um pinto nela, ele desinfeta o sofá dos testes das audições, ele até mesmo vai pra cama com a Asa Akira e não faz nada. Isso, sim, é diferenciado.

3 – fap2it

Comer gostosas é um commodity nos sites de putaria e isso o fap2it faz muito bem. Mas a diferença está em que tipo de gostosa que ele faz isso. O modelo é um sommelier de masturbação e, principalmente, faz testes com várias Sex Dolls.

2 – Exposed Nurses

Quem é que nunca fantasiou com uma enfermeira gostosa? Ainda mais em um momento do mundo em que elas estão mais valorizadas do que nunca. Então a recomendação pra você que quer um pornô fora do comum e bem específico é ir no Exposed Nurses, um canal especializado em putaria com essas profissionais da saúde.

1 – Dancing Bear

Um dançarino estilo Clube das Mulheres se veste de urso, faz seu strip e come a mulherada. Pois é, só de descrever já dá para ter uma noção do bizarro desse canal diferenciado. mas só assistindo para saber mesmo o quanto o canal do Dancing Bear é fora do comum.

Gostou de ver os canais que tem um tipo de putaria bem diferenciado no PornHub? Então para ver tudo sobre sexo, entretenimento e prazer, cola com a gente aqui no Hora do Homem.

Confira também

 

Ver mais

Conto erótico: Comendo a tia no quarto da minha mãe

Fala, galera! Beleza? Denis R de volta aqui na área. Pois é, contei do boquete da tia Stefany outro dia no churrasco da família, mas não disse ainda o que rolou depois.

Se você ainda não viu, então dá uma olhada lá como o meu churrasco em família terminou em putaria

Pois é, tenho saudade só de lembrar da segunda parte da história. Nunca vou esquecer o que rolou, foi uma das coisas mais excitantes da minha vida. Então segue comigo porque tenho certeza que você vai curtir também.

Comendo a tia novinha no quarto da minha mãe, Conto erótico por Denis R

Bom, lá estava eu, depois de uma gozada maravilhosa na boquinha da minha tia que deu um sabor todo diferente ao churrasco. 

Como o tesão ainda não tinha acabado, ainda mais de ficar lembrando aquela gostosa botando o biquíni e me chamando pra um segundo round mais tarde, fiquei lá no salão de festas em reforma esperando a ereção dar uma abaixada.

Mil coisas rolando na minha cabeça, mas principalmente o que eu ia fazer mais tarde. Como que eu ia arranjar um jeito de pegar a tia Stefany de novo.

Era finalzinho de tarde, voltei ao churrasco pra dar aquela disfarçada.

— Onde que você tava, cara? — perguntou um primo assim que me viu.

— Po, precisava dar uma descansada. Acabei cochilando mais que queria.

Comi mais umas carnes, troquei ideia com a galera e arranjei um motivo pra meter o pé.

Fiquei até com medo de perguntar da tia Stefany pro pessoal, não queria levantar suspeitas. Mas fiquei sabendo que ela mandou uma mensagem avisando que precisava ajudar uma amiga, ou qualquer coisa assim, e foi embora.

O problema é que, na minha pressa em ir embora, esqueci completamente de arranjar um pretexto pra ir na casa do vô de noite. Era lá que a minha tia gostosa tava me chamando e queria me ver mais tarde.

Cheguei em casa umas 20h e não sabia que horas era o mais tarde da tia. 

Tinha acabado de tomar banho e me arrumar lá na casa dos meus pais quando vi os dois chegar. Não deu pra escapar, eles me viram todo arrumado e perguntaram qual era a boa da noite.

Claro que eu não podia contar, tava na ânsia de ir ver a tia, mas precisei fazer uma sala com os velhos antes de me mandar. Falei que precisava passar na casa do vô pra pegar um negócio antes de dar o meu rolê.

Atravessei a cidade e cheguei lá bem tarde, depois da hora que ele dorme. Tava andando até a campainha e nem sabia se devia tocar.

Mas vi a luz de uma janela acender e a minha tia acenar. Ela fez sinal pra eu esperar um pouco. Claro que obedeci.

Logo, ela tava ali. Vestidinho tubinho preto, ressaltando aqueles peitos deliciosos. De frente já dava pra ver a marca da calcinha, fiquei só imaginando como estaria naquela raba.

Ela falou:

— Você demorou!

— Foi mal, não consegui desenrolar antes.

— Tudo bem, foi até melhor. Tá todo mundo dormindo, quer entrar?

— Pera, a gente não vai sair. Você tá aí toda gost… toda arrumada e não quer aproveitar a noite.

— Claro que eu quero, mas agora que todo mundo apagou, dá pra fazer uma coisa diferente. Vem, Denis!

Fui. Claro que fui.

Ela virou pra passar pelo jardim da frente e com a luz que vinha do chão finalmente vi aquela bunda. Tava ainda melhor do que eu imaginava.

Entrei na casa e ela já chegou com a mão no meu pau e me tascou um beijo.

— O bom deles terem dormido é que eu não preciso pagar o motel pra pegar esse meu sobrinho safado— ela disse.

Meu pau já tava pulsando.

— Pera, a gente vai transar aqui?

— Não, tenho um lugar melhor. Deixa só eu curtir um pouco essa sala.

A safada da minha tia tava excitada de fazer uma putaria na casa dos pais dela! Quem diria?

A gente se pegou gostoso demais, por um bocado de tempo. Deu pra sentir a calcinha molhada dela mesmo sem tirar a calça jeans. Tava escuro, mas eu tinha certeza que ficou a marca ali.

— Bora, Denis, eu não tô aguentando. Bora subir.

Ela me levou até um quarto de menina, todo rosinha.

— Sabia que esse era o quarto da sua mãe antes de ser o meu?

Eu sabia, a mãe já tinha contado que assim que se casou com o papai ela deixou o quarto pra Stefany. Só nunca imaginei que eu ia, um dia, trepar ali com uma gostosa.

Não com uma gostosa qualquer, com a minha tia gostosa.

— Sim, tô ligado!

— E tem problema pra você?

— Claro que não, ti… Quero dizer, Stefany.

— Muito bom! O garoto tá bem treinado.

Ela me empurrou na cama e aumentou a intensidade dos amassos.

— Mais cedo, eu te fiz um boquete. Agora é hora de você retribuir à sua tia.

— Pensei que eu não pudesse te chamar assim.

— Você não pode, eu posso.

Que safada! Mas arranquei aquela calcinha encharcada de tesão e comecei a chupar a boceta da tia Stefany.

Nossa, que pepeca cheirosa! Nunca tinha sentido nada igual. Depiladinha nas laterais, mas com um matinho ralinho fazendo um verdadeiro caminho pra felicidade.

Lambi com pressão aquele clitóris, dava pra ver que ela tava se segurando pra não gritar. Mas no clímax, ela não se aguentou e soltou uma arfada mais alta de prazer enquanto se tremia inteira. Um orgasmo intenso e delicioso de ter dado.

Meu pau pulsava na cueca querendo entrar naquela bocetinha cheirosa.

Mas ela levantou rápido pra dar uma olhada na porta. Tava assustada, não queria ser pega no flagra, ainda mais comigo.

Só que continuava tudo apagado, nenhum sinal de ninguém acordado.

Ela virou a chave devagarinho e trancou a porta sem fazer barulho.

— Vem, garoto! Deixa eu te mostrar como se fode.

Ela já não ligava mais se alguém acordasse. Eu tava doido pra meter nessa safada.

Me jogou de costas na cama, pegou uma camisinha e botou com a boca no meu pau. Logo em seguida, começou a cavalgar com pressão. 

Ela ainda não tinha tirado o tubinho preto e resolveu cavalgar com a bunda na minha cara. Que visão maravilhosa!

Eu tava explodindo de tesão, mas já tinha gozado na boca dela mais cedo. Pra garantir que ia aguentar mais, ainda bati aquela bronha no banho.

Hoje a ideia era transar a noite inteira, se precisasse.

E como tava gostoso levar uma sentada da minha tia gostosa! Uns 10 minutos de cavalgada frenética, ela era uma puta duma gostosa preparada pra aguentar tanto tempo.

Até que ela gozou! Ainda bem, mais um pouquinho e era eu terminando o serviço.

— Po, Denis, eu queria te derrubar, mas deu pra ver que você veio preparado, hein? Mas, calma, esse é só início.

Não ia terminar a noite por ali, nem tinha conseguido ver ela toda pelada ainda.

Tirei a roupa e comecei a beijá-la. Precisava tirar aquele tubinho preto pra ver o corpo inteiro dela.

Mais cedo, ela ficou só com a parte de baixo do biquíni, agora faltava ver aqueles peitos balançando enquanto eu metia nela.

Ela tava apressada, queria gozar mais ainda, mas me deixou brincar.

Fui beijando e puxando ela pra perto do interruptor, na intenção de ver tudo aquilo.

A tia Stefany arrancou logo a roupa e meteu a mão no interruptor.

— Eu sei que você quer me ver, então olha, seu moleque safado.

Olhei aquilo e era ainda mais delicioso do que eu tinha sonhado. Puta que o pariu, que mulherão!

— Já que você gosta de meter de luz acesa, deixa eu acender o abajour.

Apagou a luz do teto, ficou de quatro na cama e alcançou a luminária do lado da cama. E continuou de quatro.

Não precisou falar mais nada, já sabia o que era pra fazer. Meti naquela pepeca gostosa por trás.

Ela ajudava no vai e vem, não parava de rebolar no meu pau. Mais uma gozada por conta do Denis aqui. Um desempenho pra não esquecer mais.

— Vem, já tá na hora de eu te recompensar. Tira essa camisinha e goza na minha bunda.

Topei, claro. Ver aquela bunda linda cheia da minha porra foi delicioso.

Ela só virou e falou: “vem dar uma descansadinha aqui com a tia, sei que você quer”.

— Mas e se alguém acordar?

— Relaxa, tenho um plano e acho que a gente vai dar sorte.

Deitei, a gente descansou um pouco e voltou pra mais um round. Foi assim a noite inteira.

De manhã, ela falou pra eu me vestir e pra descer. Ela pôs um roupão e foi pra sala comigo, a gente ficou conversando.

O vô desceu e fiquei cagado de medo, mas ela sem perder a compostura falou:

— Olha quem veio aqui, vô! O Denis.

— Fala, garoto! O que tá fazendo aqui tão cedo? Você nunca vem.

— Ele veio me ver, tinha me prometido um passeio pela cidade. Eu tava há tanto tempo fora, precisava o que tem de novo por aqui. Mas tô meio cansada, dormi pouco essa noite. Pode ficar pra outro dia?

— Claro, ti… Stefany.

— Pode me chamar de tia. Aqui tá o meu número, me liga qualquer dia desses.

— Com certeza, tia Stefany!

Fui embora depois dessa transa e mantive a tia Stefany como um contatinho por bastante tempo, até ela voltar pra Las Vegas.

Ela ainda me manda uns nudes de vez em quando e diz que tá me esperando por lá. Qualquer dia desses, eu vou…

Quer ler mais contos eróticos? Então dá uma olhada

Ver mais

Entretenimento Comentários (0) |

Os 8 melhores jogos com cenas sexo e nudez dos videogames

Jogar um videogame é sempre bom para dar aquela relaxada. De vez em quando, também é bom dar uma variada e jogar algo além do clássico FIFA da galera. Ainda mais se você escolhe um jogo e se depara com uma bela cena de putaria nele.

Foi pensando nisso que a gente separou os 8 melhores jogos com cenas de sexo e nudez dos videogames para você.

Quais são os melhores jogos com sexo nos videogames

Opa, só pra lembrar, não estamos falando aqui de games só de putaria. Nossa lista é feita dos melhores jogos com putaria no videogame de todos os tempos. Então cola aí e aproveita!

8 – Heavy Rain [2010]

Uma cena simples, romântica e sexy entre dois protagonistas do jogo marcou presença. Heavy Rain pode ser um jogo complexo de narrativa, mas nos deu presente suas cenas de putaria.

7 – Fahrenheit: Indigo Prophecy [2005]

Outro jogo de narrativa interativa aqui na lista, mas agora pra galera ainda mais das antigas. Quem jogou, se lembra bem da cavalgada que a morena dá num maluco que é praticamente um zumbi. Loucura e delícia!

6 – South Park: The Stick of Truth [2014]

Sacanagem também pode ser usada no humor, como o jogo do South Park mostra muito bem aqui. Mas não há nada de sexy nesse jogo em específico. Ainda assim, vale a menção pelas risadas.

5 – Playboy: The Mansion [2005]

O The Sims da putaria no Play 2. Todo mundo tinha um CDzinho desse escondido para jogar enquanto ninguém tivesse olhando. Afinal, era o mais perto que a gente podia chegar de morar na mansão da Playboy.

4 – Mass Effect: Andromeda [2017]

A série Mass Effect ganhou reconhecimento por causa de seu sistema de escolhas, incluindo romances. O último jogo se destaca pelas cenas picantes que rolam.

3 – The Witcher 3: Wild Hunt [2015]

Imagina ser o garanhão da fantasia. Pois é basicamente isso que rola em The Witcher 3. O bruxeiro passa o rodo em geral no jogo, com destaque para a cena no cavalo com a morena Yennefer.

2 – Metro: Last Night [2013]

No jogo pós-apocalíptico que se passa todo no subterrâneo, você encontra algumas cenas eróticas bem diferenciadas. Rola desde strip-tease até uma transa bem intensa com a personagem Anna. Um belo jogo russo!

1 – God of War II [2007]

Um marco para a galera do Playstation 2! Depois de matar uma porrada de gente, você ainda via uns peitinhos e fazia um ménage com duas gostosas usando o espartano Kratos. Como não gostar desse jogo?

Curte videogame? Já jogou algum desses? Sentiu falta de algum jogo na lista? Então chega aí nos comentários e conta tudo pra gente.

Leia também

Ver mais

Contos Eróticos Comentários (0) |

Conto erótico: O churrasco de família terminou em putaria

Opa, aqui é o Denis R de novo! Voltei pra contar a história de um churrasco de família que aconteceu há alguns anos atrás.

Bateu essa época de quarentena e só me veio a saudade de me reunir com quem eu gosto. Ainda mais quando essa reunião deu no que deu. Então vem comigo pra ler esse momento completamente maluco que rolou entre mim e uma outra parente bem inesperada.

Continue Reading

Ver mais

Destaques, Entretenimento Comentários (0) |

5 cenas de sexo real dos filmes nos últimos anos!

Com tantos truques cinematográficos, está cada dia mais raro vermos um filme com cenas de sexo real. Lembra de algum de 2010 pra cá? Juntamos os melhores momentos explícitos que marcaram o Cinema nos últimos anos.

5 filmes com cenas de sexo real

E olha que vamos deixar as cenas aqui, disponibilizadas nos sites pornô. Então NSFW, evite assistir no trabalho!

Love (2015)

LOVE 2015 Cenas de sexo real: Assista o top 5 filmes explícitos dos últimos anos!

Um filme francês em 3D com direção de um argentino e classificação indicativa para maiores de idade, sim, isso já garante um resultado bem diferente nas telas. Acontece que o filme “LOVE” do cineasta Gaspar Noé traz mais de 14 cenas de sexo real e de um jeito bem íntimo. Vale a pena!










Clip (2012)

CLIP 2012 Cenas de sexo real: Assista o top 5 filmes explícitos dos últimos anos!

Esse é intrigante, principalmente por mostrar uma adolescente conhecendo o universo do sexo e das drogas (de forma bem gráfica). Em contraponto às polêmicas e proibições do filme na Rússia, a atriz Isidora Simijonović que tinha apenas 14 anos afirma que não participou das cenas de sexo, os produtores confirmam.










Zonas Úmidas (2013)

Zonas úmidas Cenas de sexo real: Assista o top 5 filmes explícitos dos últimos anos!

Essa comédia alemã foi baseada no livro “Wetlands” de mesmo nome, da autora Charlotte Roche, e mostra uma garota que tem uma obsessão sexual por fluídos do corpo. Ela chega a visitar banheiros públicos, ver homens ejacular em uma pizza e vários outros momentos que poderiam facilmente estar em um pornô Scat.










Hotel Desire (2011)

Hotel Desire Cenas de sexo real: Assista o top 5 filmes explícitos dos últimos anos!

Mais um filme erótico da Alemanha, nesse longa-metragem sobre “abstinência do sexo” acompanhamos a história de uma mãe solteira que deixa sua vida sexual de lado. Seu trabalho no hotel Desire fica mais emocionante quando, após sete anos sem transar, ela encontra um hóspede cego.










Ninfomaníaca (2013)

Ninfomaniaca Cenas de sexo real: Assista o top 5 filmes explícitos dos últimos anos!

Como falar de filmes sobre sexo nos últimos anos sem citar Ninfomaníaca de Lars Von Trier? A história em duas partes mostrou uma versão bem crua das relações sexuais, acompanhando a trajetória de uma recém-diagnosticada ninfomaníaca. Por mais que tenham sido usados dublês, as cenas de sexo são reais.










Curtiu aproveitar as cenas de sexo real mais recentes? Aproveite mais da parceria com o melhor site de camgirls e sexo ao vivo, o CameraHot.

Veja também

Ver mais