Destaques, Fetiches Comentários (0) |

Voyeurismo para iniciantes: Tudo do fetiche em assistir

Assim como já temos a lista de Fetiches para Iniciantes, decidimos mostrar aquele desejo em assistir os outros. Curte dar uma espiadinha? Então conheça tudo sobre o voyeurismo.

Voyeurismo para iniciantes

O que é voyeur?

É possível que você tenha parado aqui querendo descobrir um pouco mais sobre “o que é o voyeurismo?” ou “o que significa a palavra voyeur?” e ainda não saiba nada sobre o assunto. Não se preocupe, se você está querendo conhecer esse fetiche delicioso, podemos contar tudo desde o mais básico.

Voyeurismo e Mixoscopia

A palavra voyeur vem do francês “aquele que vê”, o que acaba sendo direcionado para o sentido geral. Não só no sexo.

Também pode ganhar outros nomes, o fetiche de Mixoscopia é literalmente o ato de se excitar assistindo alguém sem roupas e/ou fazendo alguma atividade sexual.

Dentro do fetiche voyeur

Sendo visto, sem ser visto. Aqui está a lista dos fetiches que estão inclusos no voyeurismo.

  • Espionar alguém tirando a roupa ou fazendo algo sexual;
  • Ver alguém mostrar rapidamente alguma parte do corpo;
  • Se masturbar vendo pessoas transando sem participar;
  • Assistir a própria transa (espelhos, gravação);
  • Ver uma dança erótica, strip-tease;
  • Frequentar casas de swing para apenas assistir;

É diferente do exibicionismo, mas é complementar. O certo de alguém que sente prazer em ver é encontrar alguém que gosta de ser visto. Os exibicionistas também rendem um artigo.

O voyeurismo no Cinema

O Show de Truman (1998), Voyeur (2017) e Janela Indiscreta (1954) mostram diversos lados de o que é o voyeur, quando na realidade a maioria de nós somos um pouco praticantes do voyeurismo. Mesmo que não seja de forma sexual.

Quando acompanhamos muito a vida de alguém no Instagram, ficamos fissurados em ver reality shows (Big Brother Brasil, De Férias com o Ex) e até o hábito de ver o que a sua vizinha faz… são práticas voyeur.

Sites voyeur

Nós já conhecemos muito bem os chats privados com camgirls, mas sabia que existe uma alternativa voyeurista para quem quer apenas ver a transmissão sem participar?

Camgirl Pocahontas do CameraHot

O chat voyeur do CameraHot é uma opção mais barata e que você aproveita toda putaria que as camgirls fizerem.

O site Voyeur House oferece uma experiência de realmente vigiar a vida de mulheres de calcinha, mudando de cômodo e tudo mais. Algo que também foi bem comum com a assinatura da CasaHot, acompanhando a rotina das camgirls em um reality pornô.

Longe do stalker

Nós temos que ter em vista que o stalker precisa se distanciar dos desejos voyeur. O stalker é um termo mais pejorativo, que faz referência a perseguição e a acabar com a privacidade da pessoa.

Podemos curtir esse fetiche sem invadir a vida do outro. É ainda melhor quando a pessoa quer mostrar suas intimidades

Além do manual Voyeurismo para Iniciantes, confira outros artigos relacionados a sexo e fetiche no blog Hora do Homem.

ACESSE O CHAT VOYEUR DAS CAMGIRLS DO CAMERAHOT!

Leia mais

Ver mais

Destaques, Lifestyle, Motéis Comentários (0) |

Esses são os 5 motivos para você fazer sexo no motel

Decidimos ter uma categoria exclusiva para falar somente sobre Motéis, um estabelecimento dos bons. Vamos começar com um bom incentivador, te dando 5 motivos para fazer sexo no motel.

Garanto que alguns você nem tinha pensando ainda.

Motivos para fazer sexo no motel

Não que você PRECISE de tantos motivos assim, é uma delícia.

1. Local neutro

Nem na casa de um, nem na casa de outro. Esse território neutro pode ser motivo para todo mundo ficar um pouco mais confortável, pelo menos bem mais equilibrado.

Sem nem falar que é uma zona mais privativa, se for fazer algo mais ousado ou até considerado mais “proibido”. Então aproveite para dominarem o espaço juntos, desbravarem em um sexo bem mais divertido e fora do comum.

2. Coisas que só tem no motel

Quartos temáticos, banheira, piscina, cama redonda, canais de pornô, sauna e muito mais. Existem diversos apetrechos e intensificadores de prazer que só encontrará fácil em um motel.

As cadeiras eróticas vão permitir que vocês façam posições sexuais diferentes. Fora que transar com um belo espelho para ver toda a ação dá um tesão danado.

3. Apimentar a relação

Esse costuma ser o motivo principal, seja qual for o seu tipo de relação com a parceira. Namorado, casado ou um sexo casual mesmo – é muito mais divertido uma experiência menos caseira.

Então essa proposta, sem vergonha mesmo, é um empurrãozinho para tentarem tudo que quiseram de diferente. Aliás, vale a pena dar uma olhada no nosso artigo “4 desejos que a maioria das mulheres quer realizar“.

4. Bons horários

Não, não é um estabelecimento que vai estar lá somente para encontros noturnos. É até melhor que vá em momentos não tão convencionais, evitando espera e com mais opções de quarto.

Dependendo do horário você pode ganhar até uma refeição por conta da casa, seja no almoço ou jantar. Confirme com seu motel mais próximo, é algo comum.

5. Começo, meio e fim

Assim como toda boa história, o horário do motel tem fim e isso não precisa ser considerado um problema.

Isso quer dizer que tem mais chance de aproveitar ao máximo aquele tempo e, quando acabar, podem fazer o que bem entenderem. Algo que é mais difícil de estabelecer quando transam em casa, sabe?

Convencido ou não? Deixe nos comentários se curte fazer sexo no motel ou não.

Veja também

Ver mais

Destaques, Relacionamento, Sexo Comentários (0) |

O que é relacionamento aberto e por que está mais comum?

Nesse ponto do campeonato você provavelmente já deve ter ouvido o que é relacionamento aberto, mas alguns detalhes são bem importantes. Então saiba tudo sobre a modalidade de relação que é mais comum a cada ano.

E não sou eu que estou dizendo, confira até uma pesquisa da Playboy provando esse ponto. Saiba inclusive quantas mulheres e homens tem curiosidade em tentar.

O que é relacionamento aberto?

Em primeiro lugar, não vai ser um monstro de sete cabeças quando é bem conversado. Em resumo, o relacionamento aberto é uma relação que permite envolvimento com outras pessoas – seja sexualmente ou até com sentimental no meio.

O fim da monogamia?

Estamos na primeira geração que o divórcio já é mais aceito socialmente, então as relações mudaram muito. Também é mais comum que relacionamentos sérios, de morar junto, dividir contas e ter filho, aconteçam mais tarde.

Não quer dizer que monogamia esteja no fim, mas ainda assim é interessante notarmos que a forma que vemos as relações tem mudado muito em pouco tempo.

Relações abertas já são comuns?

Dos mais de 1000 entrevistados pela revista Playboy americana, a grande maioria se mostrou interessado em ao menos tentar um relacionamento aberto. E surpreendente não é uma tendência que acontece com os mais novinhos (com 18 anos) ou mais velhos (terceira idade).

Camgirls da CasaHot (GIF: CameraHot)

Na realidade é na faixa etária de 25 a 34 anos dos entrevistados que 10% já estão em um relacionamento aberto. Nessa idade muitos já passaram da fase de só ter interesse em tentar.

Mulheres ou homens querem mais?

A pergunta que não quer calar, mas que você já deve saber a resposta. É sim mais comum que homens estão mais interessados em abrir o relacionamento, com 60% dos caras respondendo sim.

Isso contra 30% das mulheres, mas ainda assim, já é um ótimo número para começarmos. Alguns grupos específicos também se mostraram mais sucessíveis a explorar esse lado, como negros (66%) e LGBTs (75%).

O que vale e o que não vale?

Isso vai exatamente do que é conversado, “o combinado não sai caro”. Quer dizer que ao abrir o relacionamento precisam estar seguros, confiantes e bem resolvidos. Existem inclusive níveis de abertura, seguem exemplos:

  • Flertar;
  • Dançar coladinho;
  • Trocar nudes;
  • Beijar;
  • Transar;
  • Conexões emocionais;
  • Entre várias outras coisas.

Também varia entre os casais que preferem saber de todos detalhes, de forma bem honesta e sem sentimento de posse, ou que simplesmente combinam em não contar as aventuras um para o outro. É sempre algo a se pensar.

Garanto que só isso não matou a curiosidade, então ainda vai ver muito mais artigo sobre relacionamento aberto por aqui!

Leia também

 

 

 

 

Ver mais

Destaques, Relacionamento, Sexo Comentários (0) |

Apimentar a relação: 4 desejos que a maioria das mulheres quer realizar

Às vezes a vida sexual cai um pouco na rotina, daí que rolam vários problemas de relacionamento. Quer apimentar a relação com sua parceira? A gente conta a lista de fetiches mais cobiçados pelas mulheres.

Como apimentar a relação?

Apimentar a relação: 4 desejos que a maioria das mulheres quer realizar

A pesquisa divulgada pela Men’s Health portuguesa que, ao entrevistar diversas mulheres (ou raparigas!), descobriu os fetiches femininos mais inexplorados.

E olha que você pode gostar muito do que a maioria respondeu!

1. Obscenidades 

A maior parte das entrevistadas (81%) contou que gostariam que o parceiro falasse de um jeito mais obsceno durante o ato. Que tal curtir uma dirty talk mais pesada?

Claro, não precisa partir para o mais ousada logo de início, mas vão medindo até achar o ponto ideal.

2. Sem ver nada

Apimentar a relação venda nos olhos

Bem como no 50 Tons de Cinza é explorado, 58% delas contaram que fantasiam em usar venda de olhos para apimentar a relação. É muito comum que sejamos excitados pelo visual, então, ao tirar isso, os outros sentidos são aguçados.

É o momento ideal para você fazer um sexo oral inesquecível, explorar o corpo dela e brincar com as fantasias de BDSM.

3. No controle remoto

Apimentar a relação 4 desejos que a maioria das mulheres quer realizar

Experimente um brinquedo sexual com controle remoto, existem várias opções além do óbvio. Por exemplo, usar o sex toy Nora enquanto estão em uma situação em que ela não possa gemer. E olha que isso 63% das entrevistadas têm curiosidade com o uso desse controle.

Também já existem opções de controle de camgirls, como o HotConnection do CameraHot. Assim você controla bem mais a distância.

4. Um clube diferenciado

Apimentar a relação 4 desejos que a maioria das mulheres quer realizar

É, isso mesmo, elas também têm vontade de conhecer casas noturnas. 70% das mulheres entrevistadas mostrou interesse em frequentar um stripclub.

Como a pesquisa foi realizada pelos gringos, as casas de striptease são mais comuns. Ainda assim você sabe que temos equivalentes brasileiros tão bons quantos. Leva ela lá!

Pronto para ter uma conversa para apimentar a relação? Conte para gente nos comentários o que você mais curtiria.

Veja também

Ver mais

Destaques, Relacionamento Comentários (0) |

O que as mulheres gostam de fazer depois do sexo? A Playboy conta!

A atenção que nós damos no final da transa é bem importante para os nossos relacionamento. Mas o que elas gostam de fazer depois do sexo? A gente conta e ainda damos as melhores recomendações de higiene e saúde.

O que fazer depois do sexo?

O que cada um gosta de fazer?

A mais recente pesquisa da revista Playboy norte-americana procurou saber o que as pessoas gostam de fazer na cama, mas isso não se resumiu só ao momento da transa. O resultado não foi tão surpreendente assim, mas nos deixa atento para outras situações.

O estudo constatou que a preferência das mulheres é trocar carícias (Cuddle), “mulheres amam ficar juntinho depois do sexo”. E enquanto isso os homens entrevistados contaram que preferem assistir televisão junto com ela, conversar ou… ir direto dormir.

Sinceramente, rapaziada. Precisamos agradar mais elas! O blog Santo Papo indica investidas que funcionam após o orgasmo.

  • Beberem algo refrescante ou abrir o apetite com petiscos na cama;
  • Agradar ela com seu humor;
  • Romantismo dosado (dependendo da intimidade);
  • Conversar sobre assunto mais sensíveis;
  • Curtir toques em silêncio (carinhos, massagem).

O que é bom fazer depois da transa?

Para a higienização os especialistas recomendam que seja lavado os genitais ao seu redor, evitando proliferação de bactérias e fungos – o que também previne a contração de Doenças Sexualmente Transmissíveis. Os homens que não são circuncidados devem dar uma leve enxaguada no pênis, puxando a pele do prepúcio. Dê preferência a sabonetes leves.

Urinar pode ser importante para os mesmos motivos. O fato de fazer xixi ser saudável é por conta de eliminar o que ficou preso na uretra, evitando infecção urinária. Ainda mais no caso das mulheres. Calma, Golden Shower só se vocês gostarem!

E se for repetir?

Opaaaaa! Se depois de todo esse momento rolar segundo round, alguns cuidados a mais com higienização são importantes.

Caso tenha rolado sexo anal, a limpeza é ainda mais importante, mesmo que tudo tenha sido bem limpo antes da relação. O canal vaginal é bem sensível, o pênis e a mão que entrarem lá precisam estar caprichados na limpeza. E se rolou qualquer penetração, é bom limpar se o plano é fazerem sexo oral.

Qual o teu segredo para agradar elas após a transa? Conta pra gente nos comentários!

Veja também

Ver mais

Destaques, Sexo, Tecnologia Comentários (0) |

Tecnologia Pornô: O sexo do futuro está mais perto do que imagina

Existem várias invenções que estão aí para revolucionar nossa vida sexual, mas algumas estão bem próximas. Ficou curioso, né? Então confira três opções de “sexo do futuro” que já são uma realidade.

O verdadeiro sexo do futuro

1. As bonecas quase humanas

São réplicas perfeitas do corpo humano e podem fazer até mais, essa é a proposta de empresas como Honey Dolls e Real Dolls. Atualmente já existem linhas que você personaliza suas bonecas sexuais, definindo partes como tamanho dos peitos, rosto e tipo de vagina. Sim!

Essa reportagem da BBC News mostra a nova tendência de prostíbulos com bonecas sexuais, confira:

A novidade principal é a reação à estímulos, como gemidos e falas, câmera nos olhos e o uso de inteligência artificial. O cara do filme HER pira!

2. Camisinhas 2.0

Já sabemos que o momento de colocar preservativo são segundos preciosos. E é essa solução que a fundação Bill & Melinda Gates quer encontrar com mais de 10 projetos de pesquisa. Já foram doados mais de 1 milhão de dólares para investir na nova geração de camisinha, mais fina, autolubrificada e fácil de colocar.

3. Pornô em chamada de vídeo

No futuro o que vai ser cada vez mais comum é o uso de Realidade Virtual (com uso de óculos) e Realidade Aumentada (igual o jogo do Pokémon) para assistir pornografia. O que pode melhorar a experiência é o uso de luvas e roupas íntimas que simulem carícias, objetos que já estão em desenvolvimento.

Com esse projeto da Durex podemos ficar ainda mais próximos naquela troca de nudes:

A opção mais perto da nossa realidade, e bem em conta, são chamadas de vídeos com camgirls. O chat de sexo virtual no CameraHot disponibiliza além de bate-papo e vídeo, dá a chance de controlar o vibrador delas no HotConnection – decidindo a rotação e a velocidade.

Quando imaginaria isso nos anos 90?

É realmente o mundo está diferente, mas se fosse por você voltaria para o passado ou avançaria mais no sexo do futuro?

Veja também

Ver mais