Nesse ponto do campeonato você provavelmente já deve ter ouvido o que é relacionamento aberto, mas alguns detalhes são bem importantes. Então saiba tudo sobre a modalidade de relação que é mais comum a cada ano.

E não sou eu que estou dizendo, confira até uma pesquisa da Playboy provando esse ponto. Saiba inclusive quantas mulheres e homens tem curiosidade em tentar.

O que é relacionamento aberto?

Em primeiro lugar, não vai ser um monstro de sete cabeças quando é bem conversado. Em resumo, o relacionamento aberto é uma relação que permite envolvimento com outras pessoas – seja sexualmente ou até com sentimental no meio.

O fim da monogamia?

Estamos na primeira geração que o divórcio já é mais aceito socialmente, então as relações mudaram muito. Também é mais comum que relacionamentos sérios, de morar junto, dividir contas e ter filho, aconteçam mais tarde.

Não quer dizer que monogamia esteja no fim, mas ainda assim é interessante notarmos que a forma que vemos as relações tem mudado muito em pouco tempo.

Relações abertas já são comuns?

Dos mais de 1000 entrevistados pela revista Playboy americana, a grande maioria se mostrou interessado em ao menos tentar um relacionamento aberto. E surpreendente não é uma tendência que acontece com os mais novinhos (com 18 anos) ou mais velhos (terceira idade).

Camgirls da CasaHot (GIF: CameraHot)

Na realidade é na faixa etária de 25 a 34 anos dos entrevistados que 10% já estão em um relacionamento aberto. Nessa idade muitos já passaram da fase de só ter interesse em tentar.

Mulheres ou homens querem mais?

A pergunta que não quer calar, mas que você já deve saber a resposta. É sim mais comum que homens estão mais interessados em abrir o relacionamento, com 60% dos caras respondendo sim.

Isso contra 30% das mulheres, mas ainda assim, já é um ótimo número para começarmos. Alguns grupos específicos também se mostraram mais sucessíveis a explorar esse lado, como negros (66%) e LGBTs (75%).

O que vale e o que não vale?

Isso vai exatamente do que é conversado, “o combinado não sai caro”. Quer dizer que ao abrir o relacionamento precisam estar seguros, confiantes e bem resolvidos. Existem inclusive níveis de abertura, seguem exemplos:

  • Flertar;
  • Dançar coladinho;
  • Trocar nudes;
  • Beijar;
  • Transar;
  • Conexões emocionais;
  • Entre várias outras coisas.

Também varia entre os casais que preferem saber de todos detalhes, de forma bem honesta e sem sentimento de posse, ou que simplesmente combinam em não contar as aventuras um para o outro. É sempre algo a se pensar.

Garanto que só isso não matou a curiosidade, então ainda vai ver muito mais artigo sobre relacionamento aberto por aqui!

Leia também

 

 

 

 

Deixe seu comentário aqui
Gostou? Compartilhe com os seus amigos!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin