O free pass pode ser mais duradouro. Para dar certo não é preciso de um grande mandamento não, mas alguns cuidados são regras do relacionamento aberto.

Psicólogos e especialistas listaram algumas dicas, juntamos elas em três recomendações básicas e, se você está querendo dar esse passo na sua relação, confira agora.

Regras do relacionamento aberto

Diálogo

“O combinado não sai caro” é a frase que serve de guia para a maioria e ela dá início a toda negociação. Independente do acordo, é importante que todas partes envolvidas tenham conhecimento do que está acontecendo.

Se está combinado que não precisa contar com quem você saiu, é assim que deve ser. O essencial é que todo mundo saia satisfeito com “o que pode” e “o que não pode”, até segunda ordem.

“Para um relacionamento aberto ser positivo e feliz tem que ser franco”, comenta a psicóloga especializada em sexualidade, Priscila Zacharias. Somente assim a liberdade pode ser saudável para todo mundo.

Maturidade

Além de entender todas possibilidades do relacionamento não-monogâmico, o casal deve priorizar a maturidade dos dois ou mais lados.

Se abrir a relação for promessa de salvar relacionamento, não acredite muito nisso. “Isso não costuma dar certo. Maioria das vezes, só acelera o fim do relacionamento”, comenta o psiquiatra Mario Louzã em entrevista para a Universa.

Então, cuide com a velocidade e os limites das coisas, não fuja do que realmente está preparado emocionalmente. Ciúmes não entra na fórmula.

Lealdade

Muito maior que fidelidade, lealdade e cumplicidade são a chave para o sucesso do relacionamento.

A sinceridade com o parceiro é o ponto principal para a relação segundo Priscila. E complementa: Caso existam mais consequências ruins do que benefícios, talvez seja a hora de reconsiderar.

Bônus: Proteção

Lembre-se de que o compromisso com a saúde é sempre fechado, então qualquer que seja o trato, o uso de preservativos deve ser prioridade.

E aí, acha que conseguiria seguir as regras do relacionamento aberto? Comenta com a gente!

Deixe seu comentário aqui
Gostou? Compartilhe com os seus amigos!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin