A realidade dos carros elétricos no Brasil têm se tornado mais próxima a cada dia. Separamos aqui tudo que precisa saber sobre a alternativa e as melhores apostas que são vendidas por aqui.

Os automóveis sem queima de combustão são uma alternativa mais pensada, isso vem muito com a preocupação ambiental todo ano mais em voga (e com razão) e procura por veículos que sejam mais econômicos no fim do mês.

O incentivo do Governo brasileiro é de reduzir (ou isentar por completo) os impostos de veículos elétricos. Então, um cenário mais bonito pode estar pela frente.

O preço dos elétricos

Uma boa alternativa: 4 carros elétricos no Brasil com marcas e preço

A grande comparação dos especialistas é com o lançamento do iPhone, um celular inovador com um preço impagável na época.

Foi sucesso entre quem apostou no produto e, pouco anos mais tarde, chegaram versões mais baratas – atingindo assim um público maior. Afinal, quantas pessoas que você conhece NÃO têm um smartphone no bolso?

Os carros elétricos podem não ser uma realidade prática para o país, até por conta da adaptação de postos [de gasolina], mas é um futuro cada vez mais próximo.

Valor de carregar o carro

A opção pode ser mais cara na compra, mas garante economia na hora de abastecer – que se torna “carregar” o veículo. Os usuários costumam usar frases como “É como se a gasolina estivesse sempre à 50 centavos”, é jogo, né?

A opção mais cara da lista tem uma recarga de no máximo R$65,00, pensando no custo de energia elétrica do Estado de São Paulo. Sem nem falar na possibilidade do uso de um teto de energia solar, prometendo diminuir o custo à zero.

4 carros elétricos no Brasil

Zoe, Renault (R$148.000)

Com direito à propaganda com a musa Marina Ruy Barbosa, o carro elétrico mais em conta em terras brasileiras é o Zoe. É uma opção gracinha que, antes apenas vendido para empresas, já chegou para os consumidores comuns. Também tem menos peças do que um carro a combustão da Renault, otimizando manutenção.

Nissan Leaf (R$195.000)

A segunda opção mais barata entre os carros elétricos no Brasil é a aposta mais popular da Nissan. O mais novo da lista tem alguns bons diferenciais, por exemplo, pelos ouvidos. Ele é o único da lista que não simula o barulho de um motor comum, garantindo um silêncio precioso no trânsito.

O vídeo promocional traz as inovações que também podem ser encontradas no carro, como o E-pedal e direção inteligente.

BMW i3 (R$206.000)

O automóvel elétrico que mais apela para o design é o modelo da BMW. Além de que sua versão mais equipada sai praticamente pelo preço da venda fora do Brasil, uma ótima vantagem.

Um diferencial precioso é que, em caso de emergências, ele ainda possui um pequeno motor à combustão de 9 litros. O que rende em média 120 km, o ideal para viagens impossibilitadas de carregamento. Ainda assim não é considerado um carro híbrido, porque a direção principal é realizada por energia elétrica.

Jaguar I-Pace (R$437.000)

A marca está investindo fundo na proposta dos carros elétricos e o I-Pace propõe a tecnologia de ponta para os veículos elétricos.

Como a resenha do Autoesporte, “o elétrico com desempenho de esportivo a gasolina (e sem poluir)” e é vendido no Brasil. Além de ser um carro espaçoso e com recursos impressionantes de aerodinâmica. Impressionante!

Agora que o carro na tomada tá quase na garagem, leia mais artigos de Automobilismo aqui!

Leia também

Deixe seu comentário aqui
Gostou? Compartilhe com os seus amigos!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin