Infelizmente na nossa vida em qualquer círculo social ou relacionamento que estivermos, seja amoroso, amizade, trabalho ou até mesmo familiar, estamos sujeitos a lidar com pessoas tóxicas. Elas podem ser de forma sutil, nos pequenos detalhes, ou de forma mais explícita nos causando desconfortos instantâneos. 

Entretanto, nem sempre temos consciência de que estas pessoas estão ao nosso redor e isso pode se tornar perigoso para saúde psicológica e às vezes até física, pois em alguns casos, nos tornamos tão esgotados mentalmente que nosso corpo passa a sentir também o peso dessas relações. E a pior parte, é que muita dessas pessoas são encantadoras e inofensivas à primeira vista.

Relationships GIF

Antes de aprender a lidar e se livrar dessas pessoas, é necessário identificá-las, pois não existe apenas um tipo que será sempre igual. Em sua maioria, começam como mencionado acima, encantadoras, conquistam nossa confiança facilmente e fazem com que a gente se sinta dependente de alguma forma de sua presença ou da relação estabelecida. E acredite, isso pode ocorrer até dentro da sua família, onde tem mais força, principalmente pelo laço sanguíneo que acabamos considerando importante e até mesmo sagrado.

  • O negativo: é a pessoa com a visão mais pessimista do mundo, que costuma ver apenas o lado ruim das coisas e até mesmo nas suas conquistas, tende a achar algum defeito e botar um “e se” que pende para algo ruim. Esse tipo de pessoa tende a caramelizar a negatividade como se fosse preocupação, do tipo “tá com viagem marcada? tomara que você não adoeça ou não chova né”;
  • A vítima: a personalidade histriônica, aquela que escora na parede e desce chorando. Existe um ditado que diz que a dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional. Para essa pessoa, ele é sua escolha de vida. Por mais que você tente dar soluções e ajudar, esse tipo de pessoa está agarrada no vício em se fazer de vítima que precisa constantemente de compreensão. Estar envolvido de alguma forma com essa personalidade, infelizmente, um dia pode te colocar como um dos motivos dela reclamar como a vida é cruel;
  • O narcisista: o sol gira em torno dessa personalidade. É o tipo de pessoa que em todas as conversas puxa as atenções pra si, falando constantemente sobre si. “Você achou 5 reais? Eu já achei 20”, provavelmente você conhece alguém assim e essa pessoa geralmente está se gabando e diminuindo os demais;
  • Eu, eu e eu: é a pessoa que está sempre exigindo provas do seu amor de uma forma incondicional (ou dos seus sentimentos por ela num geral). Aos poucos essa pessoa vai te fazer escolher entre ter ela em sua vida e conquistar algo que deseja e assim por diante. Costumam ser manipuladoras o suficiente para te fazer acreditar que as decisões que elas impõe, foram tomadas por você de livre e espontânea vontade;

abuse GIF

  • Advogado, promotor e juiz: essa pessoa nunca está errada, mas está sempre certa o suficiente para julgar os atos de todo mundo ao seu redor. Essa personalidade tende a nunca pedir desculpas, mas está sempre exigindo o contrário e nunca assumem a responsabilidade pelas coisas que fazem ou falam;
  • O controlador: o nome já diz tudo. Essa personalidade está sempre querendo assumir o controle de toda a situação e vida das pessoas que a cercam. Na própria visão, ela sempre tem a opinião, conselho e vontade mais correta e, aos poucos, você acaba confundindo seus próprios desejos com os dela.
  • Mentiroso compulsivo: é a pessoa que nunca podemos confiar inteiramente. Está sempre contando tantas histórias que às vezes até ela mesma se perde na veracidade do que está falando, mas jura de pé junto que é tudo verdade. Principalmente aquele unicórnio alado que ela viu na casa de campo no último final de semana.
  • O treteiro: tenha sempre muito cuidado com o que você comenta perto das pessoas. Essa personalidade tende a usar suas palavras contra você mesmo, por mais que seu comentário seja inocente, ela consegue transformar você no vilão da história.

Relationship GIF

Essas são as principais personalidades tóxicas que podemos acabar convivendo no nosso dia a dia. É comum que vez ou outra tenhamos uma atitude ou fala indesejável, muitas vezes de forma involuntária. Mas o que difere os tóxicos, é esses comportamentos serem um hábito obsessivo, parte de suas personalidades que os tornam “difíceis de lidar”.

Você percebe que aos poucos vai ficando desconfortável com aquela presença, passa a duvidar do seu valor ou potencial (pois por vezes está tentando agradar ao outro, mas nunca com sucesso), percebe que seu espaço e privacidade não existem mais pois aquela pessoa está sempre marcando presença… Quando começar a sentir que algo está errado com essa relação – independente com quem seja – é sinal de que provavelmente ela está indo longe demais. Mas como lidar com isso? Como afastar essa pessoa da sua vida?

Aceite que precisa se afastar

Infelizmente em alguns casos, a relação com essas pessoas pode acabar nos tornando tóxicos à longo prazo com os outros. Por isso, ao identificar que alguém está sendo tóxico com você, é necessário dizer adeus. Dependendo do grau de relação, como um parente por exemplo, pode ser mais difícil se afastar. Mas entenda, é necessário para sua saúde e bem estar.

Não se culpe

Às vezes é capaz de acabarmos sentindo certa compaixão ou culpa por dizer adeus, e acabamos mantendo em nossa vida pessoas que não irão agregar nada de bom, justamente porque aos poucos elas nos fazem acreditar que são boas demais para “perdermos”. Entretanto, precisamos estar ao lado de pessoas que fazem com que nos sintamos bem.

Rompendo

Seja temporário, definitivo ou um simples afastamento, você vai saber o que será melhor em cada caso, para o seu bem.

Relationship GIF

Se prepare

Por mais triste que seja, em alguns casos e com algumas personalidades, pode ser difícil de lidar quando você decide se afastar. A vitimista por exemplo, pode infelizmente te fazer sentir culpado e ela a injustiçada, criando um ciclo em que você pode acabar cedendo e mantendo essa pessoa em sua vida. Até você decidir novamente romper e tudo começar outra vez.

Não discuta e não se justifique

Sim, isso pode acontecer. Dependendo do caso, a personalidade tóxica pode acabar tirando sua paz e te pondo dentro de uma discussão. É importante manter a calma e não se deixar levar pela emoção no momento, pois você acabará fisgado novamente. O rompimento não é uma negociação e você não é obrigado a convencê-la a te deixar em paz. O mesmo vale para a justificativa. Se você não quer mais uma pessoa tóxica em sua vida, não precisa se justificar, apenas diga seus motivos e quem sabe no futuro vocês se reencontram.

Problemas psicológicos

Não é justificável casos em que pessoas utilizam de seus problemas de saúde (seja físico ou mental, como uma depressão, por exemplo) para ter atitudes tóxicas abusivas, mas infelizmente isso ocorre. Infelizmente estar perto de pessoas assim pode acabar sendo devastador. Por isso, em alguns casos, oferecer ajuda para que a pessoa busque por um tratamento ou terapia, pode ser útil. Nem sempre essa pessoa irá admitir seus comportamentos tóxicos, mas você está fazendo sua parte.

Deixe seu comentário aqui
Gostou? Compartilhe com os seus amigos!Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin