Nada melhor do que aquele cheiro de café passado pela manhã ou a sensação dessa bebida dos deuses te aquecendo por dentro. O café é a bebida mais consumida no mundo, vindo antes mesmo da água e isso pode acontecer por causa de toda a experiência que você tem enquanto degusta essa bebida. Seja sozinho, lendo um livro ou com os amigos, desde o grão sendo moído até aquele primeiro gole, tudo isso torna o ato de tomar café algo muito mais prazeroso do que apenas tomar uma bebida para “acordar”.

desgutação de cafe

Para você aprender apreciar um bom café não precisa ser profissional, basta apenas treinar o seu paladar para reconhecer cheiros e gostos. Você pode começar esse treinamento apenas sentindo o aroma do café, para isso faça uma forma de “cabana” com as mãos ao redor da sua xícara e sinta o cheiro. Para dar início a identificação das notas aromáticas, você pode treinar a memória dos aromas. Comece com alimentos como frutas, amendoim, chocolate e mel, isso vai te ajudar a criar um repertório sensorial. Os iniciantes relacionam os cheiros com memórias como aquele café na casa da vó com todos os doces e tortas que ela sempre preparou.

Sabores básicos

Para identificar o sabor real do café é necessário que o primeiro gole seja tomado sem açúcar, dessa forma você irá sentir todas as áreas que ele ativa enquanto escorre pela boca sem que o gosto seja “alterado” pelo doce do açúcar. Cada parte da sua língua pode identificar um sabor, por exemplo: o amargo é sentido no fundo da língua, o ácido são sentidos nas laterais da língua e, por fim, se você sentir a frente da língua “ativada” quer dizer que o café é mais doce.

Corpo de café

O corpo do café se refere ao quanto ele envolve o seu palato, ou seja, se o gosto persistir por mais tempo logo após você ter ingerido ou ter uma textura diferenciada na boca, um pouco mais pesada, então esse café tem mais corpo. Agora se você bebe o café e logo depois o gosto sai da boca, então é um corpo baixo ou leve.

Notas de sabor

desgutação de cafe

Essa etapa é muito importante, ela vai te permitir uma degustação mais profunda do café e para isso é necessário que você crie referências, ou seja, você precisa provar frutas, sementes, diversos tipos de café. É necessário explorar e expandir o seu paladar ao máximo para que ele reconheça esses aromas e gostos misturados com o café posteriormente.

Harmonização

A harmonização é a criação de combinações que se encaixam perfeitamente e se tornam mais prazerosas quando juntas. A partir do momento que você treina o seu paladar para identificar sabores e aromas, você tem uma visão mais ampla do que combina com o que.  Essa harmonização pode ser realizada de duas maneiras: por complementação ou por contraste.

Por complementação

Nesta opção você pode complementar, como já diz o nome. Se o café possui notas doces como caramelo ou chocolate, você pode complementar essa experiência com uma sobremesa que tenha essa mesma característica. Eles irão se completar e transformar o seu paladar.

Por contraste

Outra opção da harmonização é por contraste, ou seja, por uma combinação completamente oposta. Se o seu café tem notas cítricas ou ácidas, você combina essa bebida com algo doce para equilibrar, um bom exemplo é um café com notas de limão, ele pode ser combinado com brigadeiro.

O treinamento do seu paladar pode ser facilmente considerado um hobby, então, que tal sair pela cidade degustando diversos tipos de café e se deliciando com combinações únicas e prazerosas? Melhor ainda se tiver companhia, então chama os amigos e corre marcar aquele café que vocês tanto falam de marcar.

desgutação de cafe

Deixe seu comentário aqui
Gostou? Compartilhe com os seus amigos!Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin