Sentar em uma poltrona, se servir de um drink e abrir um livro. Seu tempo livre pode ser preenchido por um hábito que só tem a agregar e melhorar seu estilo de vida, sua saúde física e mental. 

A leitura deve ser um hábito, e como tal, leva um tempo para torná-lo parte do seu dia a dia e um momento agradável de relaxamento. Ela pode trazer diversos benefícios como expansão dos seus conhecimentos, fortalecimento da memória (uma pesquisa realizada nos Estados Unidos descobriu uma redução de 30% na demência cerebral durante a velhice, quando você estimula seu cérebro com leitura ao longo dos anos), aumenta seu vocabulário, melhora sua escrita, estimula sua criatividade, reduz o estresse, te torna mais focado, te encoraja a tomar mais decisões, amplia sua visão de mundo e pode até te tornar mais atraente (visto que a leitura te deixa mais esperto, autoconfiante e mais interessante na hora da sedução).

E para que você adote esse hábito com grande estilo, trouxemos uma lista pra macho indicando escritores e suas obras-primas para não botar defeito e se tornar fã de livros. Saca só:

Jack Kerouac

Líder do movimento Geração Beat, Kerouac usava folhas de papel manteiga coladas umas nas outras em uma máquina de escrever, para não parar sua concentração e assim, lançando sua obra prima “On the Road“, que veio a ser considerada uma bíblia da contracultura apenas 3 semanas após seu lançamento. Para os fãs da estrada, motocicletas, bebidas, mulheres e rock’n roll, esse livro deve ficar em sua cabeceira.

Charles Bukowski

Nascido na Alemanha, mas criado na América do Norte, Bukowski se tornou uma persona polêmica. Isso se deve por suas obras estarem cheias de obscenidade, tudo numa linguagem coloquial para que o leitor pudesse se identificar. Se você tem interesse nesse tipo de conteúdo, “Crônica de um amor louco” vai encher seus olhos com histórias de sexo, bebidas, hotéis baratos e muito mais.

Sun Tzu

General, estrategista e filósofo chinês, Tzu é uma figura histórica que tem sua existência questionada até os dias atuais por historiadores. Sua maior obra é “A Arte da Guerra“, a qual o general aborda sobre estratégias de guerra que podem ser aplicadas em todos os aspectos da sua vida, como profissional, amorosa e assim por diante.

Nelson Rodrigues

Conhecido como o dramaturgo mais influente do país, Nelson foi um jornalista que trabalhou como escritor cronista, romancista e teatrólogo. Extremamente realista, suas obras tratavam da sordidez e eroticidade da sociedade, além é claro, do clássico futebol, marca registrada do brasileiro, sendo eternizado por sua inovação. “A vida como ela é” é um livro de crônicas sobre a vida real tratando o adultério, pecados, desejos e moral.

Ernest Hemingway

Jornalista, Hemingway trabalhou como correspondente em Madrid durante a Guerra Civil Espanhola, que o inspirou a trabalhar em suas obras e se tornar uma figura marcante na literatura, tendo ganho prêmios como Nobel de Literatura e o Pulitzer de Ficção. “Por quem os Sinos Dobram” foi baseado em sua experiência durante a guerra, se tornando uma obra imersiva e intensa que todo cara deveria ler uma vez na vida.

Deixe seu comentário aqui
Gostou? Compartilhe com os seus amigos!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn